‘Foram quase mil detentos que fugiram’, diz Major da PM

Somente 150 foram recapturados até agora

03/01/2017 20:48 - Atualizado em 03/01/2017 20:48
  • Foto: Divulgação

Manaus - De acordo com novas informações, não-oficiais de um major da PM que não teve o nome divulgado, foram quase mil presos que fugiram dos presídios, o que contraria as informações dadas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a qual divulgou que apenas160 fugiram. Somente 150 foram recapturados até agora.

Segundo o Major, uma última contagem foi feita e confirmou-se o número elevado de presos que fugiram dos sistemas prisionais. “Eu oriento as pessoas que estudam e trabalham à noite que tenham muito cuidado”, disse o Major, tranquilizando ainda a população, que a polícia está com todo o efetivo nas ruas. “Tem viatura da Força Tática, Rocam, Motocicletas e Helicópteros. Nós estamos de olho”, finalizou.

Rebelião 

A rebelião, que durou cerca de 17 horas, foi iniciada na tarde de domingo (1º) e só se encerrou às 7h do dia (2). No total, somando o Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim) e na UPP (Unidade Prisional do Puraquequara), 60 presos foram mortos.

O secretário de Segurança Pública de Amazonas, Sérgio Fontes, atribuiu o problema a uma guerra entre facções rivais pelo controle de tráfico de entorpecentes em Manaus. A facção conhecida como FDN (Família do Norte) teria atacado membros do PCC (Primeiro Comando da Capital).

 

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.



Copyright © 2016 Portal Tribuna dos Praças. Todo o conteúdo publicado neste portal é de total propriedade e responsabilidade dos seus representantes.