Produzido por: Julio Cesar Correa
Advogado (OAB/AM 7.810)

Jogo político: Ministro da Justiça culpa somente Umanizzare

06/01/2017 03:15 - Atualizado em 06/01/2017 03:15

A Política é algo que deve ser pensada e ponderada no todo, sem esquecer que os bastidores são dinâmicos e o grande público (os cidadãos brasileiros) mal sabe o que acontece, ficando apenas com as informações que a mídia (interessada) divulga. Por isso é necessário pesquisar e assistir jornais e comentaristas de várias fontes e vertentes. Tirar conclusões e entendimentos isentos.

Em momento de discussão de projetos e acordos sobre o pagamento das dívidas dos Estados.
Em momento de votação para a presidência da Câmara dos Deputados.
Em momento de votação das reformas que vão atingir em cheio os servidores públicos e penalizar ainda mais os trabalhadores brasileiros.
Em momento de divulgação de delações premiadas que atingem a cúpula do governo que ficou (lembremos que é do grupo que se compôs para eleger o que colocamos para fora).
Em momento de sensível diminuição na popularidade do frágil governo Temer (PMDB).

O Ministro da Justiça (pode não ser filiado a partido político, mas de isento não tem nada porque, senão, não seria do primeiro escalão de um Governo) inusitadamente no meio do bombardeio que sofre o Governador do AM José Melo (PROS) e que as entidades civis começam a trabalhar a ideia de impeachment, intervenção e CPI (o que pode atingir muitos políticos do Amazonas da Base Governista) passa a discursar que a culpa é da empresa privada que administra uma atividade eminentemente estatal (qual seja, a de cumprimento de penas, segurança carcerária e reeducação de presos).
Não discutimos possíveis corrupções em acordos espúrios entre políticos e empresários no ramo da liberdade humana, mas querer isentar o Governo que, em última ou primeira análise, tem a obrigação indelegável de fiscalizar o sistema prisional é fazer chacota com a inteligência dos brasileiros e diminuir a capacidade dos Amazonenses e Amazônidas.

Lembremos que tem uma Secretaria de Estado de Assuntos Penitenciários (SEAP). Que há OFICIAIS MILITARES de alta patente e POLICIAIS CIVIS naquela cúpula... Que na estrutura da SEAP tem uma estrutura de INTELIGÊNCIA (!?).

Teria interesse o Governo Temer nesse "momento de INTERESSES POLÍTICOS" dar um ombro amigo ao Governo do PROS no Amazonas???

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.



Copyright © 2016 Portal Tribuna dos Praças. Todo o conteúdo publicado neste portal é de total propriedade e responsabilidade dos seus representantes.